RioForte vai recorrer da decisão do Luxemburgo

A RioForte Investments S.A., do Grupo Espírito Santo (GES), anunciou que vai recorrer da decisão do Tribunal de Comércio do Luxemburgo que rejeitou o pedido de admissão da sociedade ao regime de gestão controlada. “Este recurso decorre da forte convicção da administração da RioForte que a gestão controlada serve melhor e de forma superior os […]

A RioForte Investments S.A., do Grupo Espírito Santo (GES), anunciou que vai recorrer da decisão do Tribunal de Comércio do Luxemburgo que rejeitou o pedido de admissão da sociedade ao regime de gestão controlada.

“Este recurso decorre da forte convicção da administração da RioForte que a gestão controlada serve melhor e de forma superior os interesses de todos os credores ao remunerar de forma mais vantajosa os créditos, programa de alienações e de reestruturação de dívida definido, figura negada pelo regime da insolvência”, refere a empresa em comunicado.

Segundo acrescenta, para a decisão de apresentação do recurso foi ainda “determinante a convicção” de que a gestão controlada, ao contrário da falência, permite uma “melhor salvaguarda do valor dos ativos aquando da sua alienação, atendendo à diversidade geográfica e setorial dos ativos em questão e ao benefício de envolvimento ativo das equipas de gestão atuais no processo”.

Adicionalmente, considera, a “definição de um prazo temporal de execução” de todo o processo, “sem colocar em causa o valor dos ativos”, poderá “agir no melhor interesse dos credores”.

Na base da decisão de recurso a RioForte diz ter estado ainda “a constatação de reações negativas à sentença do tribunal por parte de credores e investidores, evidenciando uma queda na expectativa do grau de recuperação de dívida face ao regime de gestão controlada em vigor até à referida decisão do tribunal”.

 

OJE/Lusa

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.