“Rock in Rio” pedala por Lisboa

Tradicional corrida de bicicletas realiza-se no domingo pelas 10h30 e faz parte do movimento “Eu Vou”, numa contagem decrescente para a abertura das portas da oitava edição do festival de música.

A oitava edição do “Rock in Rio” Lisboa chega já no próximo mês de junho à capital portuguesa e uma das campanhas para atrair os cidadãos é a corrida de bicicletas.

A “Pedalada Solidária” é já no próximo domingo pelas 10h30 e vai percorrer as principais artérias da cidade de Lisboa, com os participantes a serem desafiados a pedalar 9 km por uma causa solidária, já que cada quilómetro pedalado será convertido em apoio para projetos de escolas de ciclismo e iniciação à bicicleta.

O percurso tem início no Campo Pequeno, passa pela Avenida de Roma, Campo Grande e Avenida da República, terminando na Cidade do Rock. Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, marcará presença no evento.

Relacionadas

Rock in Rio chega aos hotéis do grupo madeirense PortoBay

Parceria com o festival inclui a organização de uma exposição de guitarras autografadas nos hotéis PortoBay Liberdade e PortoBay Marquês.

Roberta Medina: “Apanhei um susto danado”

A responsável pelo Rock in Rio Lisboa explica como foi a reação quando viu pela primeira vez o Parque da Bela Vista, o local onde se iria realizar o festival.
Recomendadas

Vistos gold: Investimento captado mais do que triplicou em julho para 98,2 milhões de euros

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ mais do que triplicou (aumentou 276%) em julho, face ao período homólogo de 2018, para 98,2 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nos dados estatísticos do SEF.

Número de viciados em jogo online aumentou mais de 8% em Portugal

No espaço de seis meses, 38.600 pessoas pediram para ser impedidas de jogar online, mais 3.200 pessoas face a 2018, uma subida de 8,3%.

Avião de carga aterrou de emergência no aeroporto do Porto  

Um avião de carga com dois tripulantes fez hoje uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.
Comentários