Ronaldo: da infância pobre a cinco vezes o melhor do mundo

O pai chamou-lhe Ronaldo porque era fã de Ronald Reagan. Tal como o ator que chegou à presidência dos Estados Unidos, o futebolista português teve um percurso de sonho.

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro nasceu no Hospital da Cruz de Carvalho, no dia 5 de Fevereiro de 1985. Quarto filho de uma cozinheira de escola primária e de um jardineiro da Câmara Municipal do Funchal, que lhe chamou Ronaldo porque era fã do actor e antigo presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan.

A paixão pelo futebol, que começou no Andorinha, sobrepunha-se ao interesse pela escola. “Os professores diziam-me que tinha de o meter na ordem, mas eu não o castigava. Tinha de treinar muito para se tornar um grande jogador”, confessou a mãe, Dolores Aveiro, numa biografia de Ronaldo.

Mais tarde, aos 10 anos, foi jogar para o Clube Desportivo Nacional, onde rapidamente deu nas vistas. A ilha tornou-se pequena para tanto talento. Em agosto de 1997 transferiu-se para o Sporting. Despediu-se da família, chorou e aterrou em Lisboa para dar início a uma carreira de sonho.

Ficou no Sporting durante duas temporadas e, aos 18 anos, mostrou-se ao mundo no jogo de inauguração do estádio Alvalade XXI: realizou uma grande exibição frente ao Manchester United, de Alex Fergusson. O emblema inglês pagou 15 milhões de euros pelo futebolista. Representou o clube durante seis épocas, entre 2003 e 2009, ano em que se mudou para a capital espanhola.

O Real Madrid pagou 94 milhões de euros e o jogador valeu cada cêntimo gasto pelos “merengue”. Em nove anos conquistou um total de 15 troféus – com destaque para as quatro Ligas dos Campeões – e várias distinções individuais (foi o melhor marcador de sempre e eleito o melhor do mundo por quatro vezes).

“Para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo será sempre um dos seus grandes símbolos e uma referência única para as próximas gerações. O Real Madrid será sempre a sua casa”, pode ler-se no comunicado emitido pelos madrilenos. Apesar da simpatia há mais de um ano que a rutura era inevitável. Finalmente, o ‘braço de ferro’ entre o presidente Florentino Pérez e Cristiano Ronaldo chegou ao fim. A Juventus é o próximo destino e as ações dispararam ontem mais de 5% na bolsa de Milão.

Ler mais
Recomendadas

Arranca hoje a corrida do FC Porto pela Champions de olho em encaixe de 44 milhões

Sérgio Conceição e os seus homens estão a, pelo menos, 360 minutos de distância de poderem engordar a conta bancária dos azuis e brancos de forma generosa. Este encaixe financeiro é visto como fundamental pela SAD portista. 

Benfica celebra parceria com Placard por três anos

O Sport Lisboa e Benfica acaba de celebrar uma parceria com o Placard.pt que, nos próximos três anos, será o patrocinador oficial de apostas desportivas do clube. Segundo um comunicado do clube da Luz, “o Placard.pt marcará presença relevante tanto no ‘site’ oficial, como nas várias plataformas digitais do Benfica, sendo que ambas as entidades […]

Estádio do Estrela da Amadora na Reboleira vai a leilão por seis milhões de euros

No decorrer de um processo de insolvência do Estrela da Amadora, foi fundado um novo clube, o Clube Desportivo Estrela, que usa as instalações da Reboleira.
Comentários