Sector financeiro anima bolsa de Wall Street que fecha mista

A banca foi a estrela da sessão. O Goldman Sachs ganhou 1,68%; o JP Morgan Chase valorizou 2,37%; o Bank of America ganhou 3%; Morgan Stanley (1,84%) e o Citigroup subiu 1,96%.

Brendan McDermid / Reuters

O Dow Jones fechou em alta de 0,42% para 21.271,97 pontos em contra ciclo com os outros índices. O Nasdaq liderou as quedas, ao perder 1,8% para 6.207,92 pontos, puxado pelas acções das tecnológicas (Apple, Facebook ou Alphabet) que tiveram perdas na sessão de cerca de 3%, em nome da obtenção de mais-valias. Foi a maior queda desde 17 de maio.

O S&P 500, por sua vez, fechou quase flat (-0,08%) nos 2.431,77 pontos. A banca foi a estrela da sessão. O Goldman Sachs ganhou 1,68%; o JP Morgan Chase valorizou 2,37%; o Bank of America ganhou 3%; Morgan Stanley (1,84%) e o Citigroup subiu 1,96%.

Não houve na última sessão da semana qualquer impacto dedorrente dos anúncios do BCE, de manter sem alterações a política monteária expansionista europeia.

Agora as atenções centram-se na Reserva Federal (Fed), que se reunirá na próxima semana e decidirá sobre as taxas de juros no próximo dia 14 de junho.

Os investidores descontaram já a expectativa que a Fed subirá a taxa de juros em 25 pontos base, e esperam mais detalhes sobre as medidas que tomará o banco central dos EUA para reduzir o seu elevado balanço que ascende a 4,5 mil milhões de dólares de ativos, resultado das medidas de estímulo aplicadas nos últimos anos para aplacar a crise financeira.
As actas da última reunião da Fed, revelam que esta poderá começar a reduzir o seu balanço paulatinamente, através da redução do reinvestimento dos activos que se vão vencendo. Para isso a Fed irá estabelecendo em cada mês as quantidades que devem deixar de se reinvestir. A questão é quando é que será desencadeado esse processo.

Outro dos movimentos que se destaca no dia de hoje foi no mercado de divisas, já que a libra inglesa caiu 1,71% face ao dólar, com a perda da maioria absoluta da conservadora Theresa May, depois de a primeira ministra ter decidido convocar eleições para “reforçar a sua legitimidade”.
A primeira ministra viu-se obrigada a fazer um pacto com o partido unionista de Irlanda do Norte (DUP) para conseguir una maioria absoluta no parlamento e poder formar Governo.

Na bolsa de Nova Iorque destaque para a Chevron que ganhou% 2,31 (e que integra o  Dow Jones).

No mercado de matérias primas o preço de petróleo West Texas subiu 0,59%para  45,91 dólares.

 

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários