Seis sindicatos de professores avançam com greve para dia 14 de junho

Pré-aviso de greve para 14 de junho foi hoje entregue por seis sindicatos de professores no Ministério da Educação: exigem descongelamento de carreiras e um regime especial de aposentação.

Os “seis sindicatos independentes” que assinam o pré-aviso (ASPL, PRÓ-ORDEM, SEPLEU, SIPE, SIPPEB e SPLIU) divulgaram a decisão em comunicado, no qual a justificam com a “ausência de respostas” a questões como condições e horários de trabalho bem definidos, combate à precariedade docente, e “maior eficácia, eficiência e humanismo no funcionamento dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas”.

Os dois maiores sindicatos de professores, FNE e Fenprof, anunciam também na tarde de hoje se vão ou não convocar uma greve, mas para o dia 21 de junho.

Relacionadas

Fenprof decide greve dos professores esta tarde

Secretariado nacional está reunido para decidir se as respostas de Tiago Brandão Rodrigues foram suficientes para desmarcar paralisação agendada para dia 21.
Recomendadas

Vistos gold: Investimento captado mais do que triplicou em julho para 98,2 milhões de euros

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ mais do que triplicou (aumentou 276%) em julho, face ao período homólogo de 2018, para 98,2 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nos dados estatísticos do SEF.

Número de viciados em jogo online aumentou mais de 8% em Portugal

No espaço de seis meses, 38.600 pessoas pediram para ser impedidas de jogar online, mais 3.200 pessoas face a 2018, uma subida de 8,3%.

Avião de carga aterrou de emergência no aeroporto do Porto  

Um avião de carga com dois tripulantes fez hoje uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.
Comentários