PremiumSérvulo estabelece parceria nos Açores

O escritório de advogados de Rodrigo de Oliveira tornou-se o pivô da sociedade na região. O acordo visa melhorar o aproveitamento das oportunidades de financiamento europeu por parte das empresas açorianas.

A Sérvulo & Associados deixou de parte a opção de abrir um escritório nos Açores e formalizou este mês uma parceria com Rodrigo de Oliveira, para se aproximar dos clientes desta região autónoma. Sem esquecer as origens – uma vez que o seu fundador, José Manuel Sérvulo Correia, nasceu em Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira –, a sociedade assegura que a “excelência”, a “integridade” e a “vontade de futuro” são os valores que unem os dois escritórios.

Mark Kirkby, sócio da Sérvulo responsável pelas parcerias regionais nos Açores e na Madeira, disse ao Jornal Económico que parcerias como estas permitem manter a identidade e a autonomia dos escritórios locais, cuja mais-valia são os laços de confiança com os stakeholders regionais. “A Sérvulo já experimentou em tempos outra abordagem ao mercado de serviços jurídicos açoriano, que não atingiu os seus objetivos, que passava pela abertura de um escritório próprio na região. Parece-nos hoje que a aposta em parcerias com escritórios regionais de elevada credibilidade é uma solução mais interessante”, defende. Ao lado deste escritório açoriano, a sociedade terá maior capacidade de dar uma resposta multidisciplinar a dossiês mais complexos ou exigentes, tal como já acontece na Madeira, segundo o mesmo porta-voz.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Portugal é o mercado externo mais atrativo para as sociedades de advogados de Espanha

Portugal é visto como um lugar prioritário e de elevado crescimento para as sociedades de advogados do país vizinho, em especial os da área jurídica, com as cidades de Lisboa e Porto a serem as mais procuradas.

Indico Capital captou 1,1 milhões de euros para a EatTasty com assessoria da Cuatrecasas

A Cuatrecasas assessorou a Indico Capital Partners no fecho de uma ronda de investimento seed (fase inicial) para a startup EatTasty, no valor de 1,1 milhões de euros.

Novas regras no sector imobiliário

Assiste-se a um aumento da burocracia e da responsabilidade das “Entidades Imobiliárias” que se vêem obrigadas elas próprias a promover o controlo e prevenção do branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo.
Comentários