SIC Notícias deixa de ser transmitida em Angola

O grupo sul-africano DStv era o único operador que ainda transmitia a SIC Notícias e a SIC Internacional África em Angola. Em ano de eleições em Angola, a informação da SIC tem sido criticada por várias figuras ligadas ao regime, como a empresária e filha do presidente angolano, Isabel dos Santos.

O único serviço de televisão que ainda disponibilizava os canais de informação da SIC em Angola deixou de o fazer hoje à meia-noite, disse fonte oficial do grupo Impresa ao Jornal Económico. Angola terá eleições este ano e a informação da SIC tem sido criticada por figuras ligadas ao regime.

“A SIC foi informada que, desde a meia-noite de hoje, os canais SIC Notícias e SIC Internacional África deixaram de ser trasmitidos na DStv em Angola”, disse a mesma fonte, referindo-se ao grupo sul-africano DStv, que era até agora o único serviço de televisão que ainda disponibilizava os canais da SIC.

“A SIC é totalmente alheia à decisão da retirada destes dois canais”, acrescentou, lembrando que a SIC Notícias e a SIC Internacional África vão continuar a ser exibidas em Moçambique e na África do Sul, no serviço da DStv.

A emissão dos restantes canais da SIC (SIC Mulher, SIC Radical, SIC Caras e SIC K) vai manter-se em Angola.

“Propaganda básica”

As críticas à linha editorial da SIC têm-se feito ouvir por parte de várias figuras ligadas ao poder angolano, incluindo Isabel dos Santos, filha do Chefe do Estado, José Eduardo dos Santos. A empresária, que em parceria com a NOS controla uma das principais operadoras de televisão em Angola, a Zap, tem criticado a informação do grupo Impresa através das redes sociais.

Isabel dos Santos tem utilizado expressões como “jornalismo activista”, “propaganda básica” e “falta de ética jornalística do grupo Impresa”, em comentários na sua conta de Instagram, sobre notícias divulgadas pela SIC e por outros meios do grupo Impresa.

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários