Smirnoff provoca Donald Trump em anúncio sobre “laços” com a Rússia

A empresa da famosa marca de vodka aproveitou os últimos acontecimentos nos Estados Unidos, relacionados com as declarações de Trump sobre James Comey, para um novo poster.

A marca Smirnoff decidiu promover a sua vodka (made in America), ao mesmo tempo em que brinca com os laços do presidente Donald Trump à Rússia, usando as próprias palavras do presidente.

Depois do ex-diretor do FBI, James Comey, ter testemunhado perante o Senado, depois de ter sido despedido por Trumps, o presidente defendeu que as várias acusações de Comey (feitas sob juramento [under oath, em inglês]) são completamente falsas.

Por isso, Donald Trump disse que estaria 100% disposto a partilhar a sua versão dos acontecimentos. E foi nestas declarações que a Smirnoff viu a sua oportunidade de ouro em fazer uma campanha de marketing relacionada com esta situação.

O anúncio escreve que a vodka Smirnoff é “Made in America”, acrescentando “mas ficamos felizes em falar sobre os nossos laços com a Rússia sob juramento”.

 

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários