Só há pagamento a Bruxelas com acordo comercial, diz ministro do Brexit

O Reino Unido vai condicionar o pagamento da fatura de 39 mil milhões de libras (43,8 mil milhões de euros) a Bruxelas à assinatura do acordo comercial com a União Europeia (UE), diz Dominic Raab.

Numa entrevista ao jornal britânico Daily Telegraph, o novo ministro do Brexit, Dominic Raab disse que o Reino Unido vai condicionar o pagamento da fatura de 39 mil milhões de libras (43,8 mil milhões de euros) a Bruxelas à assinatura do acordo comercial com a União Europeia.

O pagamento será realizado se a UE “cumprir a sua parte do acordo”, afirmou.

O governante sublinhou que o Artigo 50, o mecanismo de saída acionado pelo Reino Unido, exige tanto um acordo sobre o ‘divórcio’ com a UE, como um acordo comercial. “O Artigo 50 exige que, ao negociarmos o acordo de saída, haja um enquadramento futuro sobre o nosso novo relacionamento, o que significa que os dois estão ligados”, justificou.

Dominic Raab, de 44 anos e advogado de profissão antes de ser eleito deputado em 2010, foi promovido no início de julho de secretário de Estado da Habitação para ministro responsável pelo ‘Brexit’, substituindo David Davis. Durante o referendo de 2016 foi um proeminente defensor da saída do Reino Unido da UE.

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários