Sonae Capital efectiva compra da ‘Ventos da Serra’ por 29,1 milhões

A empresa do grupo Sonae informou o mercado sobre a conclusão da aquisição de participações financeiras no domínio das Energias Renováveis. A Ventos da Serra é uma empresa de produção de energia, que explora a central fotovoltaica de Ferreira, em Beja.

Sonae

A Sonae Capital informou o mercado que, após a obtenção de declaração de não oposição por parte da Autoridade da Concorrência “e cumprimento das demais condições acordadas”, se tornou efectiva a aquisição, pela CapWatt SGPS, da totalidade do capital e direitos de voto da sociedade Ventos da Serra – Produção de Energia, detentora e exploradora de um parque fotovoltaico com potência instalada de 10MW, situado em Ferreira do Alentejo, por um preço global de 29,1 milhões de euros.

O pedido de não oposição da entidade que regula a concorrência tinha dado entrada no dia 8 de maio. Nessa data a Capwatt SGPS, notificou também da aquisição do controlo exclusivo sobre outra sociedade, a Lusobrisa.

A Sonae Capital SGPS, através da CapWatt, SGPS, ampliou o seu portfólio de unidades de cogeração e produção de energia através de fontes renováveis (solar e eólico), sendo detentora e operadora de 12 centrais de cogeração (1 das quais alimentada a Biogás de aterro), 10 centrais fotovoltaicas e 1 parque eólico, todas localizadas em Portugal.

A totalidade da capacidade eléctrica instalada, detida ou operada por empresas controladas pela CapWatt, SGPS, ascende a 73 MW, avança o comunicado.

Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários