Sonae Indústria investe 3 milhões para duplicar capacidade de produção da Movelpartes

“Na sequência deste investimento, a Movelpartes tem como objetivo reforçar a sua presença no mercado de componentes para a indústria de mobiliário, nomeadamente nos mercados de Portugal, Espanha, França e Reino Unido”, refere a Sonae Indústria em comunicado.

A Sonae Indústria investiu três milhões de euros para mais do que duplicar a capacidade de produção da Movelpartes, a unidade de componentes de mobiliário que detém em Vilela, Paredes, anunciou hoje a empresa.

“Na sequência deste investimento, a Movelpartes tem como objetivo reforçar a sua presença no mercado de componentes para a indústria de mobiliário, nomeadamente nos mercados de Portugal, Espanha, França e Reino Unido”, refere a Sonae Indústria em comunicado.

Segundo adianta, a nova linha de orlagem e furação de painéis permitiu à empresa de Paredes aumentar a produção para cerca de 120 mil componentes por semana, além de reduzir os resíduos e diminuir os custos de energia e manutenção.

“A nova linha está equipada com a mais moderna tecnologia, permitindo dar resposta aos mais exigentes padrões de qualidade, aumentando a competitividade da Movelpartes”, sustenta.

Localizada em Vilela, no concelho de Paredes, a Movelpartes iniciou a produção há 25 anos, numa área de produção na ordem dos 12 mil metros quadrados, e opera no setor da indústria de mobiliário, nomeadamente através do fabrico de componentes para todo o tipo de mobiliário.

Relacionadas

Sonae aumenta dividendo em 5% e vai pagar 4,2 cêntimos por ação

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae refere que este dividendo corresponde a um ‘dividend yield’ de 3,7% relativamente à cotação de fecho do dia 31 de dezembro de 2017 (que se fixou em 1,126 euros) e a um ‘payout ratio’ de 64% face ao resultado direto atribuível aos acionistas.

Grupo Sonae atinge lucros de 166 milhões de euros

Com um volume de negócios de 5,710 mil milhões de euros, a dívida líquida diminuiu mais de 100 milhões e os investimentos ultrapassaram os 316 milhões. O grupo já está a operar em 90 países.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários