Standard and Poor’s melhora ‘outlook’ do ‘rating’ da Grécia para positivo

A agência de notação financeira explicou que a maior estabilidade política na Grécia apoia o desempenho dos bancos gregos e da economia do país.

A Standard and Poor’s subiu o outlook da Grécia para ‘positivo’, do anterior nível ‘estável’, mantendo o rating inalterado em grau especulativo. A decisão anunciada esta sexta-feira à noite pela agência de notação financeira revela maior confiança no caminho do país, cerca de um mês antes de a Grécia entrar na fase pós-resgate económico e financeiro.

A melhoria na perspectiva reflete uma possível subida no rating caso as autoridades gregas tenham capacidade de impulsionar a concorrência nos mercados de produtos, fortalecer os direitos de propriedade, facilitar os procedimentos de falência e melhorarem a execução dos contratos, de acordo com o relatório da S&P.

A agência de notação financeira explicou que a maior estabilidade política na Grécia apoia o desempenho dos bancos gregos e da economia do país.

Sublinhou esperar melhorias nas projeções de crescimento do país, impulsionadas pelo investimento privado no turismo e logística devido a grandes projetos públicos de infraestruturas. A estimativa de crescimento real do produto interno bruto (PIB) situa-se entre os 2% e os 2,5% nos próximos três anos.

A perspetiva mais otimista revelada esta sexta-feira segue-se a uma subida no rating da dívida grega, anunciada pela S&P, com base na redução dos riscos de dívida com a criação de almofadas orçamentais e o prolongamento dos prazos das dívidas.

O presidente do Eurogrupo, Mario Centeno, disse na semana passada que os países da zona do euro devem desembolsar um empréstimo de 15 mil milhões de euros à Grécia no próximo mês. A saída do programa de assistência financeira, que incluiu três pacotes de ajuda desde 2010, está marcado para dia 20 de agosto.

Ler mais

Relacionadas

Portugal e Grécia cooperam no período pós-resgate financeiro

Os dois países realizaram esta segunda-feira, em Lisboa, uma sessão de colaboração técnica que permitiu “partilhar a perspetiva nacional sobre as discussões políticas com as instituições multilaterais e aspetos práticos de organização das missões, num debate produtivo e transparente, que reforça a cooperação técnica entre os dois países”, de acordo com o Ministério das Finanças.

Fitch espera melhorias na sustentabilidade da dívida da Grécia

A agência sublinha que o acordo de saída do programa segue em linha com a expectativa de saída híbrida com condicionantes, que levaram também a uma subida do ‘rating’ em fevereiro.

Centeno: Fim do resgate à Grécia “é um passo muito relevante na estabilização da área do euro”

O presidente do Eurogrupo considera que o acordo alcançado na madrugada de hoje no Luxemburgo sobre a conclusão do terceiro programa de assistência à Grécia é “obviamente histórico”, pois marca “o final dos últimos resquícios da crise do euro”.
Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários