Tailândia confirma resgate de quatro crianças. Próxima etapa daqui a 10 horas

O líder das operações de resgate do grupo preso numa gruta na Tailândia confirmou que quatro das 12 crianças foram resgatadas.

O responsável e governador da região de Chiang Rai (onde fica localizada a gruta), Narongsak Osottanakorn, falava numa conferência de imprensa realizada no hospital para onde foram transportados os menores salvos até ao momento. Segundo o governador, as equipas de resgate precisam agora de, pelo menos, 10 horas para preparar a próxima etapa da operação.

“Está a ser mais bem-sucedido do que eu esperava. Todas as pessoas estão felizes”, declarou o governador, citado pelos ‘media’ internacionais.

Cinquenta mergulhadores estrangeiros e 40 mergulhadores tailandeses estão neste momento envolvidos na operação de resgate. Cada criança está a ser escoltada por dois mergulhadores.

No interior da gruta, na localização original, ainda permanecem oito menores e o treinador de futebol das crianças.

A operação de retirada dos 12 jovens, com idades entre os 11 e os 16 anos, e do seu treinador de futebol, de 25 anos, presos numa gruta inundada no norte da Tailândia há 15 dias, começou hoje.

Os rapazes e o seu treinador foram explorar a gruta depois de um jogo de futebol no passado dia 23 de junho. As inundações resultantes das monções bloquearam-lhes a saída e impediram que as equipas de resgate os encontrassem durante nove dias, já que a única maneira de chegar até ao local era mergulhando através de túneis escuros e estreitos, cheios de água turva e correntes fortes.

A retirada dos rapazes acabou por evoluir de uma forma mais rápida do que era esperado e as primeiras saídas surgiram cerca de duas horas mais cedo.

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários