Taxa de juro no crédito à habitação inverte tendência e desce em fevereiro

A prestação média vencida desceu 1 euro face ao mês anterior, fixando-se em 239 euros, de acordo com o Instituto Nacional de Estatistica. Desde o mês de setembro que este indicador aumentava.

Cristina Bernardo

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação baixou ligeiramente para 1,023% em fevereiro, o que corresponde a um valor 0,1 pontos base inferior a janeiro, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatistica (INE), divulgados esta segunda-feira, 19 de março.

“Para o destino de financiamento ‘aquisição de habitação’, o mais relevante no conjunto do crédito à habitação, a taxa de juro implícita para o total dos contratos foi 1,045%, igual ao observado no mês anterior”, refere o INE. Quanto aos juros nos contratos celebrados nos últimos três meses, subiram de 1,588% em janeiro para 1,598% no mês seguinte.

O organismo de estatística português refere ainda que, no mês passado, o valor médio da prestação vencida desceu 1 euro, fixando-se nos 239 euros, sendo que nos contratos ds últimos três meses, subiu para 319 euros. Já o capital médio em dívida para a totalidade dos contratos também caiu para 51.726 euros.

Em janeiro, a taxa de juro implícita no crédito à habitação aumentou 0,5 pontos base (0,005 pontos percentuais) em janeiro de 2018, face a dezembro de 2017, para 1,024%, o valor mais alto desde janeiro do ano passado. Os números mostravam uma tendência de aumento que se registava desde setembro de 2017 e que acabou, em fevereiro, por se inverter.

Fonte: INE

Notícia atualizada às 11h37

Ler mais
Relacionadas

Vai contratar um crédito à habitação? Conheça alguns conselhos do Banco de Portugal

O Banco de Portugal divulga um vídeo com boas práticas para quem está a ponderar comprar casa recorrendo ao crédito.
Recomendadas

Três Dolce Vita colocados à venda por 15 milhões de euros

Em todos os casos, caso não hajam ofertas superiores ao valor mínimo, serão admitidas propostas mais baixas.

Savills fica responsável pela gestão do edifício Atlas III

Atlas III, em Miraflores, é o mais recente empreendimento sob a gestão da Savills.

Dona da Comporta estuda “projeto estratégico” a preços acessíveis no Parque das Nações

A Vanguard Properties quer construir três prédios no total, com o valor do investimento a rondar os 30 a 35 milhões de euros.
Comentários