Televisão síria diz que líder do Estado Islâmico está morto

Líder do auto-proclamado Estado Islâmico terá morrido na sequência de um ataque aéreo da força aérea síria, em Raqqa, segundo a televisão estatal do regime de Bashar Al Assad. Mas não existe ainda confirmação oficial por parte do governo de Damasco nem do movimento terrorista.

Zohra Bensemra/REUTERS

O líder do auto-proclamado Estado Islâmico terá sido abatido na Síria, segundo jornal britânico “Daily  Mail”, que cita a televisão estatal do país. No entanto, a informação ainda não foi oficialmente confirmada pelo governo sírio nem pelo movimento terrorista.

Abu Bakr al-Baghdadi, de 46 anos, terá sido morto num ataque aéreo das forças do regime de Damasco, em Raqqa, a cidade que serve de capital ao auto-proclamado “califado” do Daesh.

O líder do grupo terrorista é um dos homens mais procurados do mundo, existindo um prémio de 25 milhões de dólares pela sua captura. Esteve escondido nas proximidades de Mossul, mas a reconquista da cidade pelo exército iraquiano obrigou-o a fugir. Os analistas consideram que terá procurado refúgio em Raqqa, a Síria.

Nos últimos meses, o Daesh tem estado a perder terreno para as forças iraquianas apoiadas pelo Ocidente, no Iraque. Na Síria, o movimento terrorista tem recuado face aos avanços das forças governamentais, que contam com apoio russo, enfrentando ainda os ataques aéreos das forças dos EUA e dos seus aliados europeus.

Relacionadas

Arábia Saudita e aliados publicam lista de terroristas apoiados pelo Qatar

Qatar já reagiu à publicação da lista, rejeitando, mais uma vez, as acusações “infundadas” da Arábia Saudita e restantes aliados.

“Love from Manchester”. A mensagem enviada ao Daesh num míssil britânico

A bomba terá partido da base aérea da RAF em Chipre, com a missão de alvejar e enfraquecer as forças do grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico, que reclamou a autoria do atentado desta segunda-feira na Manchester Arena.

Trump empurra Qatar para antecâmara da guerra

Visita de Donald Trump à Arábia Saudita extremou posições no mundo árabe, com consequências imprevisíveis. Estados Unidos podem ter feito um grande favor à… Turquia. Viagem do presidente americano foi “detonador da discórdia”, diz especialista.

Daesh reivindica duplo ataque no Irão

Até ao momento há registo de pelo menos sete vítimas mortais, depois de terem sido disparadados vários tiros e um bombista se ter feito explodir no sul de Teerão.

Atacante de Notre Dame acusado de tentativa de homicídio

Ministério Público pediu a prisão preventiva do atacante por tentativa de homicídio de uma pessoa depositária de autoridade pública, informou o procurador hoje.

Daesh reivindica atentado em Londres

O autoproclamado Estado Islâmico, também conhecido por Daesh, reinvindicou o atentado de sábado à noite que vitimou sete pessoas, avança a agência Reuters.

Rússia dispara quatro mísseis sobre Estado Islâmico

O país liderado por Vladimir Putin avisou os Estados Unidos da América, a Turquia e o Israel de que iria avançar com o lançamento dos mísseis.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários