Tiffosi “revoluciona jeans para mulher” e investe 30 milhões nos próximos 5 anos

A Tiffosi, marca portuguesa que diz estar “a revolucionar os ‘jeans’ para mulher”, chegou a Madrid e tem no horizonte de cinco anos abrir 100 lojas em Portugal e no estrangeiro, um investimento de 30 milhões de euros. Em declarações à Lusa, o administrador da Tiffosi, Filipe Pinto Correia, explica que a empresa desenvolveu “um […]

A Tiffosi, marca portuguesa que diz estar “a revolucionar os ‘jeans’ para mulher”, chegou a Madrid e tem no horizonte de cinco anos abrir 100 lojas em Portugal e no estrangeiro, um investimento de 30 milhões de euros.

Em declarações à Lusa, o administrador da Tiffosi, Filipe Pinto Correia, explica que a empresa desenvolveu “um conceito revolucionário de ‘jeans’” em tamanho único, 100% elásticas que se moldam à silhueta de qualquer mulher e que retornam ao seu tamanho inicial após o uso e vai investir 30 milhões de euros até 2019 na “abertura internacional e renovação nacional” de lojas.

A têxtil minhota Tifossi estava à beira de fechar portas quando o grupo VNC a resgatou em setembro de 2008. No início de outubro abriu uma ‘megastore’ no Centro Comercial La Gavia, em Madrid, a primeira loja monomarca no mercado espanhol.

“Após se ter assumido como uma marca de ‘jeans’, a Tifossi, entre 2012 a 2013, implementou o conceito de ‘megastore’, lojas com 500 metros quadrados, direcionados tanto para mulheres e homens, como crianças, além de disponibilizarem acessórios”, diz o mesmo responsável.

Os ‘jeans’ One Size Fits All para mulher, que vão ser lançados na quinta-feira no Centro Comercial Marshoping, em Leça da Palmeira, Matozinhos, vêm “revolucionar a marca”, sendo um produto “altamente diferenciador”, tanto para o mercado interno como para o reforço da presença da Tiffosi em Espanha e a estratégia de internacionalização, afirma Filipe Pinto Correia.

A evolução da marca tem sido clara”, garante o gestor, realçando ainda que a Tiffosi duplicou a dimensão e as vendas nos últimos cinco anos e, depois de ter faturado 93 milhões de euros em 2013, espera fechar este ano nos 101 milhões de euros.

“A empresa está a gerar ‘cash flow’ [meios] que lhe permitem concretizar o investimento financeiro [interno e externo] nos próximos anos, até porque o nível de endividamento é muito baixo, pelo que estamos bastante bem”, sublinha.

O crescimento da Tiffosi tem sido suportado nos últimos anos por uma rede de 68 lojas e pela distribuição da marca em cerca de 1.400 clientes multimarca (400 em Portugal e 1.000 a nível internacional), o que corresponde a uma presença em mais de 20 países.

A empresa emprega um total de 882 trabalhadores, incluindo também as lojas franchisadas, dos quais 60% têm menos de 30 anos.

OJE/Lusa

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.