Universidade Columbia confirma que Manuel Pinho continua como professor

Universidade Columbia confirmou ainda que a EDP fez doações para iniciativas na instituições sobre energia, segundo o Jornal de Negócios.

EDP

As doações da EDP à Universidade Columbia foram direcionadas para a contratação de professores para a School of International and Public Affairs e projectos de estudantes, escreve o Jornal de Negócios.

O jornal solicitou esclarecimentos à instituição universitária sobre o ex-ministro da economia, Manuel Pinho, que ingressou neste patrocínio na Universidade Columbia.

A instituição universitária confirmou que Manuel Pinho foi contratado em 2010, indicando que o mesmo foi professor visitante a tempo parcial e continua como professor.

A Universidade Columbia confirmou ainda que a EDP fez doações para iniciativas na instituições sobre energia.

Recorde-se que o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) está a investigar o financiamento da EDP à Universidade Columbia no âmbito das investigações à EDP/REN.

Relacionadas

PJ investiga curso em Columbia lecionado por Manuel Pinho

Curso na Universidade de Columbia nos Estados Unidos foi alegadamente pago pela EDP. Manuel Pinho decidiu o prolongamento da concessão de barragens à EDP em 2007, durante o governo de José Sócrates.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários