Utilizadores estão cada vez mais preocupados com a monitorização da sua atividade online

Segundo a Kaspersky Lab, os utilizadores estão cada vez mais preocupados com as propriedades de monitorização das apps móveis e com a sua pegada digital.

Uganda Social Media

A equipa da Kaspersky Lab descobriu, por exemplo, que 61% não se sente confortável em partilhar informações sobre a sua localização com websites e aplicações – um valor que aumentou significativamente em comparação com os 39% registados em 2016.

Além disso, cerca de metade (56%) está preocupada com o facto de que terceiros possam aceder às informações que têm armazenadas nos dispositivos, e um número semelhante (50%) teme que um hacker possa obter a sua localização através das informações de geo-localização dos próprios dispositivos.

Os investigadores da Kaspersky Lab descobriram que várias aplicações não só acedem a uma grande quantidade de dados (como informações importantes sobre a localização dos utilizadores ou dados dos seus contactos e actividades, entre outros), mas também operam sem o conhecimento dos utilizadores.

De acordo com a investigação, 83% das aplicações Android acedem às suas informações privadas e pessoais, e 96% inicia automaticamente sem consentimento prévio.

Mas os utilizadores estão a evitar as medidas de segurança e protecção de privacidade necessárias para evitar estes riscos. Por exemplo, cerca de metade dos inquiridos (47%) admitiu não verificar as permissões das aplicações pré-instaladas nos seus dispositivos Android e iOS, e um em cada cinco (21%) não presta atenção às permissões quando faz download ou instala novas aplicações no seu dispositivo.

Em suma, os utilizadores de dispositivos móveis estão cada vez mais preocupados com a sua segurança mas permanecem vulneráveis a potenciais roubos de dados.

PCGuia
Ler mais
Recomendadas

GoParity na corrida para ser uma das 40 vencedoras do World Summit Awards

A ‘shortlist’ final será conhecida em novembro. Os 40 vencedores vão participar no WSA Global Congress 2020, a acontecer em março, em Viena, numa cerimónia em que serão eleitos os oito ‘Global Champions’.

8chan. A casa online dos neonazis continua offline depois do massacre no Texas

O atentado na Nova Zelândia foi o primeiro de quatro a ser anunciado nesta plataforma. Depois do ataque perpetrado contra muçulmanos, o autor do tiroteio em El Paso, Texas, que tirou a vida a menos 22 pessoas usou a mesma fonte para deixar a sua mensagem de supremacia branca.

Oito portugueses entre os vencedores do maior programa universitário de inovação digital da Europa

O European Innovation Academy é o maior programa universitário de aceleração em Inovação Digital da Europa. A terceira edição realizou-se entre os dias 14 de julho e 2 de agosto. Há oito portugueses entre os vencedores, com projetos que vão desde apoio a invisuais e a crianças com doenças crónicas até bicicletas com airbaigs.
Comentários