Vai viajar pela Ryanair na Páscoa? Tripulantes confirmam greve de três dias

Em comunicado, a SNPVAC revela que as conversações com a transportadora “low-cost” revelaram-se “infrutíferas”.

O Serviço Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) confirmou a greve dos Tripulantes de Cabine da Ryanair, para os dias 29 de março, 1 e 4 de Abril, num comunicado emitido esta terça-feira.

Esta decisão prende-se com o facto das conversas com a transportadora aérea “low-cost” terem sido “infrutíferas”, dado que a Ryanair “não aceita aplicar a Lei Portuguesa, bem como os direitos que a Constituição da República Portuguesa concede aos seus cidadãos”, assim como, “o reconhecimento de direitos básicos como a Parentalidade, que o nosso Código de Trabalho estabelece”, pode ler-se no comunicado.

O Sindicato espera que a Ryanair deixe “imediatamente de considerar uma baixa médica por doença, como uma falta injustificada”, e a “parar com os processos disciplinares, porque não se atingiram quotas de venda de bordo”.

O Sindicato questiona ainda: “onde anda o Governo que se diminuiu ao ponto de sustentar uma empresa que ignora as leis Portuguesas?” e levanta a dúvida sobre “onde anda o Estado português, que permite que os Seus sejam desrespeitados no seu próprio País?”

A finalizar, o Sindicato refere que não aceita serem “tratados como cidadãos de 2ª categoria”, e que “ao contrário do governo os Tripulantes de Cabine da Ryanair dão-se ao respeito e exigem os seus direitos básicos, e nem a vil ameaça de encerrar bases em Portugal nos assusta”.

Recomendadas

Saiba quais as medidas de segurança nos locais destinados à dança

É obrigatório ter serviço de vigilância com recurso a segurança privada, aplicável obrigatoriamente em espaços com lotação igual ou superior a 200 pessoas.

Está à procura de um sítio para ficar estas férias? Deco sugere Eco Hotel

Ao estar a selecionar a opção de ficar num alojamento Ecológico, está também a contribuir para garantir mais sustentabilidade e um meio ambiente muito melhor.
Comentários