Wall Street recua na semana em que James Comey é ouvido

Praças norte-americanas recuam na semana em que James Comey vai ser ouvido no Senado e se realizam eleições no Reino Unido.

Os principais índices norte-americanos iniciaram a sessão desta terça-feira a negociar em terreno negativo com os mercados a evitarem negociações arriscadas na semana em que o ex-diretor do FBI James Comey vai depor no Congresso e em que no Reino Unido ocorrem eleições.

Nos Estados Unidos aguarda-se com expectativa as declarações de Comey, que estava a investigar alegadas ligações entre a campanha eleitoral do presidente norte-americano Donald Trump e a Rússia, tendo sido demitido em maio pelo chefe de Estado.

Os investidores aguardam ainda a reunião do Banco Central Europeu (BCE).

“Os índices estão com um padrão de retenção, com um preconceito negativo que aguarda os eventos-chave de quinta-feira, nomeadamente o testemunho de Comey, as eleições do BCE e do GB”, escreveu Peter Cardillo, economista-chefe da First Standard Financial em Nova York, à Reuters.  “Por outro lado, os investidores no estrangeiro estão a aumentar o investimento em ouro, já que a situação política na Grã-Bretanha e os EUA aumentam o nível de ‘fear factor'”.

O industrial Dow Jones caiu 0,22% para 21.137,97 pontos, o S&P 500 desceu 0,24% para 2.430,14 pontos e o Nasdaq recuou 0,2% para 6.283,25 pontos.

No mercado petrolífero, o brent desvaloriza 0,26% para 49,34 dólares enquanto o crude WTI recua 0,13% para 47,34 dólares.

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários