Zuckerberg perde batalha contra as ‘fake news’

O principal objetivo desta experiência era poupar os utilizadores do Facebook a conteúdos de publicidade e às chamadas ‘fake news’ que mas as conclusões não foram as melhores.

A rede social Facebook anunciou esta quinta-feira, dia 2 de março, a decisão de terminar a fase de testes a que procedeu recentemente num conjunto de seis países visando a divisão do ‘mural’ numa parte que privilegiava os posts dos amigos e familiares e uma outra que daria especial atenção às publicações.

Segundo anáise realizada pela equipa liderada por Mark Zuckerberg, esta iniciativa acaba, assim, por não ver a luz do dia mundialmente, atendendo em particular às queixas e denúncias resultantes da experiência, as quais vieram mostrar que a principal meta traçada, a de eliminar as notícias falsas (‘fake news’) não só não tinha sido alcançada como até agravou a situação, já que a experiência mostrou um aumento da circulação destas notícias.

Recorde-se que desde outubro passado, no já referido conjunto de seis países teste, os utilizadores desta rede social viram no seu ‘feed’ apenas as publicações de amigos e familiares, enquanto os restantes posts ficavam num outros separador, designado por ‘explore’, sendo que a existência deste dois separadores foi um dos aspetos negativos apontados pelos utilizadores que revelaram não querer este tipo de organização.

Em comunicado, a empresa esclarece que por um lado, os utilizadores ficaram desagradados por não conseguirem “ligar-se mais aos amigos e familiares”, acrescentando ainda queixas de que o ‘explore‘ tornava “mais difícil o acesso a informações importantes”.

Relacionadas

‘Clickbait’ tem os dias contados?

Zuckerberg vai alterar algoritmo que escolhe conteúdos do feed do Facebook, passando as notícias para segundo plano. Decisão tem impacto nas linhas editoriais e no negócio dos media.

O Facebook e o futuro dos media

A mudança no algoritmo do Facebook é um desafio, mas também uma oportunidade para reinventar o negócio dos media e apostar na qualidade do jornalismo
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários